PARÓQUIAS e ARQUIDIOCESES ON-LINE NA WEBTV E MÍDIAS SOCIAIS

PROJETO PARÓQUIAS e ARQUIDIOCESES ON-LINE NA WEBTV E MÍDIAS SOCIAIS.

INTRODUÇÃO
Durante a primeira fase da pandemia as paróquias da Igreja Católica foram impedidas de realizar as Missas com a presença dos fiéis e, como alternativa, utilizaram a tecnologia para transmissão das celebrações pelas redes sociais, obtendo resultados surpreendentes. 

DIFICULDADES
A operação de um sistema de produção de vídeo e sua transmissão por streaming, até então poderia ser considerada complexa para a realidade do ambiente religioso católico que, ao contrário das igrejas evangélicas, não tinha a produção de vídeo como atividade regular.  Porém as comunidades superaram as dificuldades e conseguiram, dentro de suas possibilidades, capacitar voluntários, formando suas equipes e cumprindo a tarefa com sucesso.

SUPERAÇÃO
Algumas paróquias se destacaram por conseguir estender as produções para além das transmissões das Missas. Com isso a grade de programação recebeu diversas novas programações como Terço da Misericórdia, Pregações, cursos de liturgia, Crisma, Catequese, grupos de oração etc.

VOLTA À NORMALIDADE
O tão esperado fim da pandemia se aproxima e as atividades presenciais estão voltando gradativamente e, brevemente não haverá mais necessidade de transmitir as atividades paroquiais pela internet.
Esta constatação parece óbvia, mas sugere uma questão inevitável:
Por que interromper as transmissões que atendem àqueles que, por diversas razões, continuarão impedidos de estar presentes às atividades paroquiais?

WEBTV PARÓQUIA NAS MÍDIAS DIGITAIS
A ideia da WebTV paroquial é solidificar, de forma complementar às atividades presenciais, com uma  grade de programação completa e linear de televisão nos principais meios de mídia digital.
À partir de seu planejamento e criação seria possível unir programação ao vivo e gravada de forma ininterrupta 24 horas por dia distribuída simultaneamente nos principais veículos de mídia social como YouTube, facebook e instagram, todos integrados em um portal (webSite) da paróquia, onde o fiel poderá selecionar sua plataforma preferida. 
Um exemplo de grade de programação diária deverá ser desenvolvida pela comunidade paroquial como no exemplo abaixo: 

HORÁRIO

PROGRAMA

ORIGEM

7:00

SANTA MISSA

AO VIVO

8:00

BREAK AVISOS À COMUNIDADE

GRAVADO

 

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE ALIMENTOS

 

 

CHAMADA CURSO DE NOIVOS

 

 

CHAMADA GRUPO DE ORAÇÃO

 

 

COMERCIAIS DE EMPRESAS PATROCINADORAS

 

 

ANÚNCIOS CLASSIFICADOS DA COMUNIDADE

 

8:30

PREGAÇÃO DO PÁROCO

GRAVADO

8:45

SANTO DO DIA

GRVADO

8:45

CLIPES MUSICAIS

GRAVADO

10:00

PASTORIAS EM REVISTA

GRAVADO

15:00

TERÇO DA MISERICÓRDIA

AO VIVO

16:00

ADORAÇÃO

AO VIVO

18:00

HORA DA AVE MARIA

AO VIVO

19:00

SANTA MISSA

AO VIVO

19:30

BREAK

GRAVADO

20:00

GRUPO DE ORAÇÃO

AO VIVO

22:00

FILME

GRAVADO


INCREMENTO DE RECEITAS DA PARÓQUIA.

Como mostrado no exemplo acima, a programação linear possibilita a inserção de breaks comerciais patrocinados por empresas interessadas em divulgar seus produtos e serviços para um público interessado em retribuir ações que visem a manutenção desta programação no ar.
Além disso é possível estender as campanhas divulgadas durante as missas e expandi-las através do poder do compartilhamento dos web espectadores pelas redes sociais.         

ESTRUTURA TÉCNICA PARA A WEBTV.

Para tornar possível a implementação de um canal de televisão linear com grade de programação roteirizada e inserção de programação ao vivo é necessário adicionar ao sistema já disponível para as transmissões das missas um exibidor de vídeo com capacidade de automatizar o roteiro de exibição programado. É necessário que o exibidor seja capaz de realizar a gravação de programas, palestras, pregações que serão inseridos na grade de programação. Sendo possível fazer o intercambio de produções entre as paróquias, como material livre disponibilizado pelas arquidioceses, produtores de conteúdo religioso, clipes musicais, palestras, cursos pastorais e profissionais etc.

Missas na web

INCLUSÃO DA ARQUIDIOCESE EM MULTI PROGRAMAÇÃO DE TV.

A multiprogramação é um recurso da TV digital que permite que um canal possa transmitir até quatro conteúdos diferentes de forma simultânea.
Este recurso abre a possibilidade de uma futura expansão do conteúdo transmitido para as redes sociais (YouTube, FaceBook, Instagram etc.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.